Empresários querem medidas de segurança para conter os arrombamentos

Empresários querem medidas para conter crimes contra o comércio
Empresários querem medidas para conter crimes contra o comércio

Em busca de solução para enfrentar a crise de insegurança pública que afeta o comércio de nossa cidade, a Associação Comercial participou de reunião na manhã desta quinta-feira com as principais autoridades da Polícia Militar da Paraíba, em Campina Grande, que estão sob o comando do CPR1 – Comando de Polícia Regional, que representa o 2º e 10º batalhões, sediados no município.

A reunião foi resultado de uma solicitação formulada pelo Conselho Comunitário de Segurança Pública, a partir da insatisfação exposta por lojistas na reunião do referido conselho, segunda-feira ultima. Neste encontro, um grupo de empresários demonstrou preocupação com a contínua ação dos delinquentes, que na calada da madrugada se utilizam de automóveis para derrubar a porta principal de estabelecimentos comerciais, ato que permite o roubo de produtos de valor agregado, como eletrônicos.

Além da Associação Comercial, a reunião desta quinta-feira contou com a participação de representantes da Prefeitura Municipal, dirigentes da CDL e do Sindicato do Comércio Varejista, foi conduzida pelo Coronel Almeida Martins, comandante do CPR1, tendo ainda as presenças de coordenadores do CIOP, do setor de tecnologia da PM, dos comandantes do Corpo de Bombeiros e do 10º BPM, unidade responsável pela cobertura da malha central da cidade, onde estão concentradas as principais lojas do varejo, que nos últimos meses se constituíram no principal alvo da denominada “gangue da marcha ré”.

Durante o encontro, a Polícia Militar apresentou toda estrutura que vem sendo utilizada para combater o crime, adiantando que esse esforço será ampliado, notadamente com o uso de inteligência e tecnologias, garantindo o monitoramento eletrônico às 24 horas do dia através de câmeras de segurança.

O presidente do Conselho de Segurança, Anchieta Bernardino agradeceu ao coronel Almeida Martins, comandante do CPR1 pela reunião, destacando a importância do bom relacionamento entre as forças de segurança e os representantes da sociedade civil para facilitar a troca de informações.

Na ocasião, o empresário Alexandre Moura, representando a Associação Comercial, demonstrou a preocupação da entidade e de seus associados diante da onda de arrombamentos no comércio central e dos bairros, indicando o uso de tecnologia e de inteligência como alternativas eficazes para combater o crime. Ele também afirmou que a entidade se dispõe em contribuir tecnicamente para a solução do problema.

Na mesma direção foi a fala do vice-presidente da CDL, Carlos Botelho. O lojista declarou que a ação dos bandidos roubou o sono dos empresários, que não conseguem dormir diante da intranquilidade causada pela série de arrombamentos que está dilapidando o patrimônio privado. Botelho relatou que os investimentos em segurança que os empresários têm feitos para proteger suas lojas são insuficientes para intimidar os bandidos, que, segundo ele, estão cada vez mais evoluídos e “criativos para fazer o mal”.

Após ouvir ou reclames dos empresários, o comandante Almeida Martins afirmou que entendia o sentimento de frustração das pessoas, mas que ele e seus comandos não medem esforços para conter a escalada da violência no município.

Martins declarou que boa parte das ações delituosas que estão acontecendo na cidade são praticadas por jovens adolescentes, a maioria reincidentes, com passagem pelo Lar do Garoto, mas que são favorecidos pela legislação. Outra informação dada pelo comandante do CPR1, é que, na noite e nas madrugadas, nas principais ruas centrais, existem pessoas que se passam por profissionais liberais, a exemplo de mototaxistas clandestinos, atuando como “olheiros”, passando dicas importantes para os criminosos. Segundo Almeida Martins, a polícia está investigando essas pessoas através do trabalho de inteligência. Ele também anunciou que o sistema de monitoramento eletrônico será reforçado. Ele ainda convidou os empresários para realizarem um encontro mensal de avaliação de resultados.

Representando a prefeitura local, o Secretário de Planejamento, André Agra, e o Superintendente da STTP, Félix Neto, renovaram a disposição do município de ampliar as parcerias existentes com a Polícia Militar, principalmente nas questões do monitoramento eletrônico e do uso da internet por meio de fibra ótica.

Na próxima semana, a Associação Comercial reunirá empresários para elaborar um plano de ação com a participação das polícias.

Leia também

Notícias do âmbito empresarial