Paraibano Silvio Meira fez palestra na abertura do Unifacisa Summit

23 de outubro de 2019 Notícias 0

“A nossa vida passou a ser mediada por plataformas digitais, ou seja, passou a ser quase impossível fazer qualquer coisa, em qualquer lugar, em que não haja uma quantidade imensa de performances de sistemas digitais habilitando o que você vai fazer”. A afirmação é do professor, cientista e empreendedor Sílvio Meira, que nesta segunda-feira (21) proferiu palestra em Campina Grande abordando temas relacionados à inovação e à transformação digital.

A palestra, realizada através de uma parceria entre o Sebrae Paraíba e a Unifacisa, marcou a abertura do Unifacisa Summit, evento promovido pela instituição de ensino superior para debater temas relacionados ao universo da inovação, da tecnologia e do empreendedorismo.

Considerada uma das maiores referências do Brasil quando o assunto é inovação e transformação digital, Sílvio Meira é autor de mais de 300 artigos científicos e centenas de outras publicações sobre tecnologia da informação e empreendedorismo.  Ele também é fundador e presidente do Conselho de Administração do Porto Digital, em Recife; fundador da The Digital Strategy Company; professor emérito do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); e integra conselhos de administração de diversas empresas.

Para uma plateia formada por estudantes, professores e profissionais em geral, ele falou sobre as transformações digitais que vêm impactando o mercado nos últimos anos, destacando as consequências e impactos dessa revolução tanto para fornecedores quanto para consumidores.

“Nós entramos em um novo universo de inovação digital, em que a inovação é definida como uma mudança no comportamento de agentes do mercado e de fornecedores e consumidores de qualquer coisa. Inovar é a arte e a prática de mudar comportamentos e para isso a gente tem que mudar como fornecedor e como agentes consumidores”, explicou.

Ainda falando sobre tecnologia, Meira apresentou estratégias para empresas que desejam se atualizar perante essa transformação digital e destacou que “para nós todos o futuro não é opcional. Ele vai ser digital e em rede para todos os negócios e nós não temos hoje como evitar isso”.

UnifacisaUP – Além da palestra de Sílvio Meira, a abertura do Unifacisa Summit também foi marcada pela realização da etapa final do UnifacisaUP, que é o Programa de Educação Empreendedora e Pré-aceleração de Startups da instituição, desenvolvido em parceria com o Sebrae Paraíba.

Iniciada no mês de março, a primeira edição do programa, que tem o objetivo de estimular a cultura empreendedora no ambiente universitário, ofereceu a alunos, egressos, professores e colaboradores da instituição uma série de orientações e capacitações para o desenvolvimento de novas startups.

Desde a sensibilização do público-alvo, no início do projeto, até a realização da última etapa nesta segunda-feira, o UnifacisaUP promoveu uma fase de imersão, através de palestras sobre empreendedorismo para centenas de pessoas, seguida por bootcamps, workshops e mentorias, que proporcionaram aos participantes aprendizado prático, inspiração e troca de experiências com profissionais e empreendedores do ecossistema nacional de inovação.

Na última fase, realizada durante o Unifacisa Summit, os cinco projetos finalistas apresentaram seus pitches para uma banca formada por atores do ecossistema de inovação, que premiou as três melhores iniciativas. São elas: “Nutrivi” (1º lugar), com atividades voltadas para melhorar a qualidade da alimentação escolar, “Heyhelp” (2º lugar), que apresentou soluções para a área de saúde, e “Whosgoing” (3º lugar), com soluções relacionadas ao transporte de mercadorias, documentos e encomendas.

Na avaliação do gerente regional do Sebrae em Campina Grande, João Alberto Miranda, o UnifacisaUP cumpriu com a sua missão de estimular a cultura do empreendedorismo e da inovação no ambiente universitário. “O programa UnifacisaUP foi uma iniciativa importante e bastante inovadora no ambiente educacional, que rendeu bons frutos, revelou o potencial empreendedor de diversos estudantes universitários e, certamente, fará a diferença na trajetória de seus participantes”, pontuou.