Lei Geral de Proteção de Dados e e-Commerce foram temas de reunião na ACCG

4 de julho de 2019 Notícias 0

A Associação Comercial de Campina Grande (ACCG) promoveu reunião de seu Conselho Diretor na noite desta quarta-feira (03) para tratar de importantes temas de interesse da classe empresarial. Inicialmente, o assunto apresentado foi sobre a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados, que se apresenta como uma legislação recente e especifica para proteção de dados e da privacidade dos cidadãos. A abordagem da nova lei, cujos efeitos passam a vigorar a partir de agosto de 2020, foi feita pela equipe jurídica e técnica da Integrare Consultoria, composta pelas advogadas Danielle Patrícia Guimarães Mendes, Aurora de Barros Souza, Carla Felinto Nogueira, Marília de Freitas Sales Araújo e Janduy Carneiro, da ISG Participações S/A.

De forma geral, segundo os representantes da Integrare Consultoria, a chamada Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais irá estabelecer uma série de regras que empresas e outras organizações atuantes no Brasil terão que seguir para permitir que o cidadão tenha mais controle sobre o tratamento que é dado às suas informações pessoais. A Lei Geral de Proteção de Dados do Brasil foi inspirada no GDPR, um rigoroso conjunto de regras sobre privacidade da União Europeia, que entrou em vigor em maio.

Uma equipe do SENAC, coordenada pela gestora Carla Medeiros, apresentou a grade de cursos e eventos de capacitação para trabalhadores do comércio, com ênfase para as áreas de Comércio Exterior, Finanças e Marketing. Na ocasião, os dirigentes da ACCG expuseram a dificuldade do mercado local para contratar mão de obra especializada em e-commerce. O presidente da entidade, Marcos Procópio sugeriu que o SENAC local poderia desenvolver uma grade de cursos nessa área. A Sra. Carla Medeiros agradeceu pela oportunidade, destacando a importância da contribuição oferecida pelos empresários, a partir de suas necessidades. Ela afirmou que o SENAC São Paulo tem experiência em comércio eletrônico e que vai consultar sobre a possibilidade de trazer esse curso para ser aplicado também na Paraíba.

Os diretores da ACCG ainda trataram sobre a evolução do comércio digital e a forma como esse novo modelo de negócio está impactando a economia. O empresário Vanduhi Farias afirmou que a Federação do Comércio, entidade que rege o sistema SESC/SENAC, tem pautado a grade de cursos das instituições de ensino, com base nas demandas que são apresentadas pelos empresários do comércio.  Welton Oliveira, Gerente de Negócios da Associação Comercial, ainda falou sobre o trabalho que a ACCG vem desenvolvendo, atuando como ponte entre as startups e o mercado, a fim de atrair esse perfil de empresas para os quadros da Associação Comercial.