60% das famílias brasileiras têm algum tipo de dívida, aponta pesquisa da CNC

7 de março de 2018 Notícias Principal 0

O percentual de famílias com algum tipo de dívida chegou a 61,2% em fevereiro deste ano.

O mês foi o quinto consecutivo com recuo no endividamento de acordo com a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor da Confederação Nacional do Comércio (CNC), divulgada nesta terça-feira.

Os dados incluem as dívidas com cheque pré datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguro.

A porcentagem de famílias com algum tipo de dívida em fevereiro foi pouco menor do que a registrada em janeiro, que ficou em 61,3%. Houve alta, porém, em relação a fevereiro do ano passado, quando o indicador alcançou 58,7% das famílias.

O percentual de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas ou dívidas em atraso e que, portanto, permaneceriam inadimplentes aumentou.

O indicador passou de 9,5% em janeiro para 9,7% em fevereiro deste ano, apresentando queda, porém, em relação aos 10,2% de fevereiro do ano passado.

O cartão de crédito foi o grande vilão para 77% das famílias que se declararam endividadas na pesquisa.

Na sequência, aparecem os carnês, com 16,5% e o financiamento de carro, com 10,7%.

O tempo médio de atraso para o pagamento de dívidas foi de 64,9 dias em fevereiro de 2018, inferior aos 65,7 dias declarado pelas famílias no mesmo período do ano passado. Em média, o comprometimento com as dívidas foi de 6,9 meses, sendo que mais de 30% (31,1%) das famílias possuem dívidas por mais de um ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.